Comunidade


Publicado em  22/06/2007 18:09

Estrangeiros são bem-vindos pelas imobiliárias

Construtoras oferecem atendimento em português para suprir demandas desse novo nicho de mercado

Tokai , Gifu , Gifu - Kelsen Sato/ipcdigital.com

Bloomberg News
Atentas-ao-crescimento-da-populacao-estrangeira-empresas-se-especializam-para-atender-mais-clientes
Atentas ao crescimento da população estrangeira, empresas se especializam para atender mais clientes

Os objetivos dos brasileiros que vivem hoje no Japão mudaram muito em relação aos primeiros imigrantes que vieram somente em busca de trabalho no país. Em geral, as pessoas ainda pensam em voltar para o Brasil um dia, mas diferente de há 20 anos, uma grande parcela tem procurado investir em bens que ofereçam conforto e o bem estar da família. A poupança que antes era guardada apenas para uso no Brasil, hoje se tornou fonte de investimento na aquisição de imóveis em terras nipônicas.

Para conquistar os clientes desse mercado em ascensão, as construtoras japonesas não perderam tempo. Hoje, várias empresas já oferecem atendimento em português para cuidar da clientela brasileira. "Os brasileiros são os nossos principais clientes, e em segundo lugar vem os peruanos. Trabalhamos com quatro intérpretes brasileiros e acabamos de inaugurar um escritório em Yokkaichi (Mie), em que toda a fachada e as informações estão em português, ou seja, nesse local só atendemos clientes estrangeiros", explica Masashi Ogura, vice-presidente e gerente da equipe latina da construtora Yamazen Homes, que no período de um ano e meio já comercializou 40 casas para brasileiros.

CONCORRÊNCIA

A concorrência entre as construtoras interessadas nessa nova fatia do mercado é grande, pois quem trabalha no ramo sabe que os clientes estrangeiros tendem a aumentar cada vez mais. O primeiro contato do brasileiro Eduardo Yamada com a construtora Chance Housing System, de Koka (Shiga), foi para comprar a própria casa. Hoje, como representante de vendas para estrangeiros da empresa, Eduardo ajuda outras pessoas a concretizar o sonho de ter uma casa. "Há 19 anos eu moro aqui no Japão, dificilmente eu e minha família vamos conseguir nos adaptar novamente à vida no Brasil. Eu não me arrependo do investimento que fiz e procuro passar todas as informações necessárias para que outras pessoas também fiquem satisfeitas em comprar a casa na empresa que eu trabalho", ressalta.

De acordo com Paulo Takahira, do departamento comercial da Nozomi Kensetsu, de Yachimata (Chiba), o que tem motivado os brasileiros a investirem na casa própria aqui no Japão são as facilidades do pagamento. "Hoje, os brasileiros não são mais dekasseguis, viraram imigrantes e muitos querem ficar no Japão. Eles passaram a ter consciência de que compensa mais pagar uma prestação, que muitas vezes é um pouco mais caro do que um aluguel, e ter o seu próprio imóvel", verifica.

A empresa já possui 30 anos de experiência no mercado imobiliário e há cinco começou a oferecer um atendimento especialmente voltado para a comunidade estrangeira - principalmente a brasileira e a latina. "Percebemos que hoje os brasileiros sabem bem o que querem, pensam mais no bem-estar, conforto, tranqüilidade da família e também na possibilidade de fazer um churrasco no quintal de casa", explica Takahira.

O vice-presidente da Yamazen Homes concorda com Takahira que um dos principais fatores que tem incentivado os brasileiros a comprar casa tem sido a família. Segundo Ogura, a maior parte de seus clientes prefere que a nova residência fique próxima ao endereço antigo, para que os filhos não precisem trocar de escola. "Mas geralmente isso acaba encarecendo o valor total da casa, já que quanto mais perto de escolas, o terreno é melhor avaliado", diz.


Veja mais
Bookmark and Share Enviar Enviar       Imprimir Imprimir    Comentar Comentar  Corrigir Corrigir   Diminuir fonte Aumentar fonte    

COMENTÁRIOS

COMENTE ESTA NOTICIA
caracteres podem ser digitados
TERMOS DE USO: O ipcdigital.com tem o prazer de oferecer a seus usuários a oportunidade de fazer comentários. Procure ser polido e educado nos seus comentários para que possamos mantê-lo no site. Comentários que contenham ameaça, ofensa, palavrão, apologia ao crime ou racismo serão deletados.Assim como piadas sobre tragédias pessoais. No entanto, devido à característica interativa da internet é impraticável para nossa equipe monitorar todos os comentários. Como o ipcdigital.com não controla os comentários enviados por seus usuários, eventualmente você poderá encontrar comentários ofensivos ou inapropriados. Caso isso ocorra, clique aquie denuncie.