Shizuoka


Publicado em  08/11/2010 16:05

Grupo Arteiros organiza palestra sobre drogas

Polícia de Hamamatsu explicou sobre criminalidade envolvendo drogas e foi exibido o filme Profissão MC

Japão , Shizuoka , Hamamatsu - Osny Arashiro/ipcdigital.com


Palestra-drogas-Atsushi-Takada-e-interpetre-Amanda-Shige-016

O Grupo Arteiros organizou a série de palestras Infinity Lessons (Lições Infinitas) e desta vez o tema foi Drogas e Criminalidade no Japão e contou com a participação de representantes da Divisão de Narcóticos da Delegacia Central de Hamamatsu (Shizuoka).

A palestra foi realizada domingo (7) no Centro Multicultural de Hamamatsu, com apoio cultural do Consulado Geral do Brasil em Hamamatsu e parceria com a HICE - Fundação para Comunicação e Intercâmbio Internacional de Hamamatsu.

Na primeira parte da palestra, o encarregado da Divisão de Narcóticos da Delegacia Central de Hamamatsu, Atsushi Takada, informou que as drogas mais comuns no Japão são: kakuseizai (estimulantes em pó ou cristal), MDMA (Ecstasy), heroína, cocaína, maconha e também descreveu os efeitos maléficos de cada uma dessas drogas.

O palestrante mostrou um balanço dos últimos três anos: em 2007, nove brasileiros foram detidos em Hamamatsu por porte de drogas. No ano seguinte foram 14 e, em 2009, cinco.

A legislação do Japão não prevê uma quantia mínima para determinar se o portador de drogas consome para uso próprio ou para tráfico. “Isso vai depender das provas circunstanciais, por exemplo, contatos telefônicos, mensagens eletrônicas trocadas ou até uma lista com possíveis compradores, caracterizando o comércio ilegal”, explicou o policial.

A lei japonesa prevê que não é permitido possuir, usar, oferecer, atentar, importar ou exportar drogas controladas. A pena máxima será de prisão perpétua com trabalhos forçados e mínima de 10 anos com trabalhos forçados, para quem importa ou exporta para fins comerciais.

Quanto a popular maconha, é proibido cultivar, possuir, oferecer ou aceitar, sendo a pena máxima de sete anos e mínima de cinco anos.

Portar semente de maconha também pode levar à prisão, embora não esteja previsto na legislação japonesa, por isso vai depender de caso a caso, lembrou o policial. “Não são todos os usuários estrangeiros de drogas que são deportados. O que fazemos é comunicar a Imigração, que decidirá o destino do infrator”.

O outro palestrante e líder do Arteiros, Daniel Oshiro, lembrou que a semente da maconha (cannabis) não possui o princípio ativo THC que causa o eveito psicoativo, porém a planta sim. “O que é proibido é o princípio ativo e não a semente, por essa razão, existem tecidos elaborados a partir da maconha, que contém muita fibra, dos quais são confecionadas calças, bolsas, tênis, etc”.

Na segunda parte da palestra, Daniel Oshiro falou sobre as drogas mais comuns no Japão e seus efeitos e na parte final, apresentou o curta metragem Profissão MC, de Alessandro Buzo, que mostra o rapper Criolo Doido numa encruzilhada entre o tráfico de drogas e a carreira no rap.


Veja mais
Bookmark and Share Enviar Enviar       Imprimir Imprimir    Comentar Comentar  Corrigir Corrigir   Diminuir fonte Aumentar fonte    

COMENTÁRIOS
Pequenas Cousas (Quinta-Feira, 11 de Novembro de 2010, 15:07:04) x 216
ABM, a cultura dos sem identidade.
AMERICAN BigMac(最喜欢的汉堡包) (Quarta-Feira, 10 de Novembro de 2010, 2:13:42) x 65
"Governo quer que japoneses aceitem cultura do nikkei"

Como assim "cultura do nikkei"?rs
Pra mim só existe cultura japonesa e brasileira.
Pequenas Cousas (Terça-Feira, 9 de Novembro de 2010, 6:42:50) x 216
CADE O RESULTADO DA ENQUETE SOBRE A ELEICAO DO CRBE?
FOI DITO QUE DIVULGARIAM ANTES DO DIA 9?

A ELEICAO VAI ACABAR AS 11 HORAS DA MANHA DE HOJE

EH ESSE O SALTO PRO FUTURO?
AMERICAN BigMac(最喜欢的汉堡包) (Segunda-Feira, 8 de Novembro de 2010, 21:07:44) x 65
Putz,e existe droga no Japão?
Logo aqui, um país com tanta coisa boa pra fazer,diversão ilimitada..montanhas pra escalar, esquiar, parques futuristas, eletrônicos/games de última geração, gatinhas de pele macia aos montes, trilhas de bike, gourmet dos 4 cantos do mundo, passeios de lancha e caiaque, tudo muito gostoso e acessível..
Incrível alguém ainda pensar em droga num país desses...

COMENTE ESTA NOTICIA
caracteres podem ser digitados
TERMOS DE USO: O ipcdigital.com tem o prazer de oferecer a seus usuários a oportunidade de fazer comentários. Procure ser polido e educado nos seus comentários para que possamos mantê-lo no site. Comentários que contenham ameaça, ofensa, palavrão, apologia ao crime ou racismo serão deletados.Assim como piadas sobre tragédias pessoais. No entanto, devido à característica interativa da internet é impraticável para nossa equipe monitorar todos os comentários. Como o ipcdigital.com não controla os comentários enviados por seus usuários, eventualmente você poderá encontrar comentários ofensivos ou inapropriados. Caso isso ocorra, clique aquie denuncie.