Japão


Publicado em  17/08/2010 11:12

Japonesas querem ser donas-de-casa, diz pesquisa

Quase metade das pesquisadas afirma que as mulheres devem se dedicar aos afazeres domésticos

Japão , Tokyo

O marido deve trabalhar fora, enquanto a mulher se dedica aos afazeres domésticos. Esse conceito de família, que parece ser obsoleto, ainda tem apoio de 45% das mulheres japonesas casadas, segundo pesquisa sobre comportamento de famílias feita pelo Instituto Nacional de Pesquisa de População e Seguridade Social (IPSS, na sigla em inglês).

O IPSS, que realiza esse levantamento a cada cinco anos desde 1993, divulgou o resultado da última pesquisa feita em 2008 com participação de 6.870 mulheres casadas.
Entre elas, 5,5% responderam que concordam plenamente que as donas-de-casa devem se dedicar aos afazeres domésticos. Outras 39,5% concordaram, mas com ressalas. No total, 45% das participantes apoiaram essa ideia.

As pesquisas anteriores apontavam tendência de queda desse número. Em 1993, 53,6% das mulheres defendiam o papel tradicional de dona-de-casa, mas o percentual caiu para 52,3% em 1998 e depois para 41,4% em 2003. O último levantamento mostrou que as jovens casadas hoje preferem se dedicar aos afazeres domésticos a trabalhar fora.

No grupo das mulheres na faixa etária de 20 a 29 anos, o número das que apoiam essa ideia teve um salto de 12,2 pontos percentuais ante o resultado anterior, subindo para 47,9%. As participantes nas faixas de 30 a 39 e de 40 a 49 também registraram aumentos
de 7,6% e 6,6%, atingindo 41,7% e 39,8%, respectivamente.

Por outro lado, entre as mais velhas a tendência de queda foi confirmada novamente. Nas faixas etárias de 50 a 59 anos e de 60 a 69 anos, o percentual das que defedem o papel
tradicional de dona-de-casa diminuiu 2,5 e 4 pontos percentuais em relação à pesquisa anterior, caindo a 42,3% e 57,2%, respectivamente.

Especialistas sobre comportamento de mulheres trabalhadoras citam que o aumento das jovens que querem se tornar dona-de-casa se deve à atual instabilidade no mercado de trabalho e à falta de creche, entre outros problemas.

A pesquisa revelou também que as mulheres continuam tomando conta da casa. Embora 82,9% delas considerem ideal dividir os afazeres domésticos igualmente com o marido, na realidade elas são responsáveis por 80% dessas taferas em lares japoneses.

Em média, as mulheres na faixa etária de 20 a 39 anos gastam 5 horas fazendo afazeres
domésticos nos dias de semana, e as na faixa de 40 a 49 anos, 4 horas e meia.

Cerca de 30% das mulheres responderam que seus maridos não contribuem nada nessas atividades. Mesmo entre as mulheres que trabalham fora em tempo integral, uma em cada seis faz todos os afazeres domésticos sem contar com a ajuda do marido. Quase um terço delas gasta mais de 4 horas cuidando da casa nos dias de semana.

Segundo as participantes da pesquisa, entre os afazeres domésticos que os maridos costumam executar semanalmente, o mais comum é o de levar o lixo até o depósito, feito por 42,1% deles. As compras do dia-a-dia são a segunda tarefa mais praticada pelos homens (39,9%), seguida pela lavagem de louça (30,7%).

Ainda de acordo com as mulheres, elas são responsáveis por 80% das tarefas de criação e educação dos filhos.

O relatório do IPSS afirma que a participação dos homens nos afazeres domésticos não aumentou muito nos últimos anos e o encargo de cuidar da casa e dos filhos ainda é uma responsabilidade maior para as mulheres.


Veja mais
Bookmark and Share Enviar Enviar       Imprimir Imprimir    Comentar Comentar  Corrigir Corrigir   Diminuir fonte Aumentar fonte    

COMENTÁRIOS
AMERICAN(○'ー'○)ノMILKSHAKE (Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 21:25:26) x 358
claaro umdiaBrasil, as japonesas estão desesperadas para fugir para o "paraíso":

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/
http://g1.globo.com/sao-paulo/
umdiaBrasil (Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 17:17:23) x 31
Eh. Por isso que elas nao querem casar com so brasileiros. E passivel de perder emprego e qq coisa da para fugir para o Br (rs).
misterm (Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 9:32:14) x 1843
Durante minha vida estudantil, eu tive varios colegas que fumavam e bebiam, tinham vicios de video game e pornografia, e demais coisas q não são bons para jovens, afinal tudo q é demasiado não faz bem, e mesmo assim ñ fui influenciado por eles, pelo contrario sempre fiz otimas escolhas que não afetassem minha juventude na escola, isso deve graças a exemplo dos meus pais.

Os nikkeis sempre colocam desculpas p/ não assumir suas responsabilidades, e depois que o caldo entorna culpa a sociedade Japonesa pelo momento ruim dos filhos. Se eles se tornaram estupradores, ladrões, etc e tal, isto não é culpa do Japão, mas somente pela falta de responsabilidade dos pais em ñ prover educação e bons conselhos aos filhos, assim como cuidados a estes. Portanto a culpa é dos pais infelizmente!!!
misterm (Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 9:21:56) x 1843
Infelizmente o C$ foi criado em berço de ouro e ñ sabe a realidade das coisas, e por essas e outras q perdoo este menino.
Os pais tem o dever de criar e educar seus filhos p/ q possa seguir o caminho correto, logicamente os amigos podem influenciar d alguma forma os filhos, porem qm tem responsabilidade de moldar e cortar os galhos ruins dos filhos são os pais. Negar este papel é a mesma coisa q aceitar q seu filho é como um papel q se joga no lixo, ou seja nada na sociedade.
Sobre o problema da carga horaria é pura desculpa de gente inresponsavel. Vc pode muito bem pedir p/ o empregador p/ sair cedo e alegar q tem ficar c/ o filhos isso muito antes de entrar num trabalho durante a entrevista. Com certeza ele irá entender isso!!!
C$ (Sexta-Feira, 20 de Agosto de 2010, 7:13:31) x 972
nao estou dizendo que a culpa é exclusiva da carga de trabalho , mas é um dos fatores , e obvio que tem muito serviço no BR que tambem tem esse mesmo problema ..

penso que o maior influenciador são os amigos , diferentemente dos pais como voces tao dizendo =P
AMERICAN(○'ー'○)ノMILKSHAKE (Quinta-Feira, 19 de Agosto de 2010, 23:53:39) x 358
Não,a culpa não é dos pais não,é DO JAPÃO.
Escorreguei em uma casca de banana: culpa do Japão.
C$ (Quinta-Feira, 19 de Agosto de 2010, 23:43:04) x 972
a carga horária de trabalho dos estrangeiros é geralmente maior que a dos japoneses .. tem mta gente que preferiria nao deixar os filhos sem a devida atençao , mas isso é um dos efeitos negativos aqui no JP ..

que mania de taxarem que a culpa é dos pais =/
a gente pode indicar o caminho do bem , mas não dá pra afirmar do jeito que voces tão falando que os filhos vão seguir esse caminho..

Zoroastra (Quinta-Feira, 19 de Agosto de 2010, 8:52:05) x 75
Realização pessoal e profissional, entre os dois o pessoal é mais importante. Já basta a criança crescer com a ausencia de um pai que só trabalha, ter ausencia dos dois a criança cresce com varios problemas de socialização e auto aceitação. No mundo de hoje a mídia vende a ideia da felicidade pelo consumismo, na compra de objetos descataveis e sem vida, deixando de lado a interação com o mundo real dos vivos, é como o vicio do Cristianismo que as pessoas não se livram e deixam de viver, logo a moral burguesa e a moral escrava do rebanho tem mesmo resultado que é a negação da vida. Quando a pessoa não alcança a felicidade no consumismo, transforma o proprio trabalho no seu vicio, a sua fuga da realidade, o desejo de não viver, própria degeneração da especie humana.
misterm (Quinta-Feira, 19 de Agosto de 2010, 7:34:43) x 1843
Digo isto, pq já vi inúmeros nikkeis q vivem do trabalho, mas dá pouca atenção aos filhos. Se p/ Japoneses a vida é dificil, imagine p/ nikkeis modernos q mal sabe falar sua propria lingua? O fato de ñ falar Japones e ñ receber devida atenção e orientação dos pais, dá se como resultado um filho revoltado, malandro, e sem indentificação na sociedade qualificando como um 0 a esquerda.
Os nikkeis ñ podem culpar o Japão, mesmo pq o Japão dá assistencia a filhos de nikkeis e de outras nacionalidades, se os filhos vivem uma vida de malandro e na marginalidade, então os culpados são os pais por ñ darem a devida educação em casa. Se vivessem em harmonia e responsabilidade, c/ certeza os filhos tomariam um rumo correto.
"nenhum sucesso compensa o fracasso no lar" Pres. Mackay=Q.
misterm (Quinta-Feira, 19 de Agosto de 2010, 7:24:32) x 1843
Sinceramente ñ vejo nenhuma burrice das mulheres optarem por srem donas de casa. Ao fazer tal opção, elas podem cuidar dos filhos e ajudar eles a se desenvolverem melhor no que tange a sua vida escolar e convivio c/ a sociedade. Muitas crianças e jovens ñ sabem como agir por simples fato de não ter alguem q possar guiar eles p/ uma vida melhor, o q no caso é a responsabilidade dos pais. Sem a presença dos pais e falta de atenção tanto da mãe como do pai, os jovens tende a seguir outros colegas, o q nem sempre é o correto. Por isso é importante a presença pelo menos da mãe p/ orientar eles.

Logicamente, mães podem trabalhar, mas devem tambem dar atenção aos filhos. Talves fazer arubaito, ou algo do genero, mas ñ sujeitar se a serviços onde fique o dia inteiro.
C$ (Quarta-Feira, 18 de Agosto de 2010, 22:34:13) x 972
vou compratilhar uma coisa que achei no youtube, é muito loko..

algo que provavelmente nunca iremos fazer ,
é como se fosse uma versão marítima de Jesus ..

e a música nao me sai da cabeça haha

recomendo assistir em tela cheia , na melhor definiçao =D

u make me feel ,,, stronger !!!

http://www.youtube.com/watch?v=uQITWbAaDx0
C$ (Quarta-Feira, 18 de Agosto de 2010, 22:29:02) x 972
virei okama =/ auhauhuha
AMERICAN(○'ー'○)ノMILKSHAKE (Quarta-Feira, 18 de Agosto de 2010, 21:46:56) x 358
分かったよ、オカマちゃん^^
estranhei porquê em anos de Japão,não conheci um único japonês que se referisse à mulher como sua empregada.
Se bem que pensando melhor, a maioria dos casais que conheço são assim:
http://yfrog.com/1rbrettweedingj

Como falei anteriormente, NÓS OCIDENTAIS DOMINAMOS TUDO!!!!
C$ (Quarta-Feira, 18 de Agosto de 2010, 20:40:38) x 972
american =D

17 anos de JP , nunca precisei de tradutor pra nada , seja trabalho/prefeitura/hospital/banco/etc ..

como nao estudei obvio que nao converso certinho ,e muito menos escrevo , mas eu me viro bem =P

só nao gosto de ficar postando em japones aqui pq tenho certeza que nem todos entenderiam , afinal o forum é em portugues ..

日本語だいたいわかるぞ!俺はそんあにバカじゃないですよ。。宜しく。。 =D
Gerson (Quarta-Feira, 18 de Agosto de 2010, 8:51:23) x 2
Se só o salário do esposo fosse suficiente
então a esposa não precisaria trabalhar.
MELISSA (Quarta-Feira, 18 de Agosto de 2010, 6:42:03) x 1866
Estranho. A midia eh contraditoria. Na TV anuncia que as mulheres japonesas preferem continuar trabalhando pois isso possibilita ter uma autonomia e uma vida social. Anos atras, as mulheres cursavam as melhores faculdades pra poder ter um bom partido...Hj a situacao esta diferente.
Rio de Janeiro (Quarta-Feira, 18 de Agosto de 2010, 2:16:10) x 69
elas nao querem trabalhar porque sao todas burras,nao aprenderam nada na escola,pois a escola nao ensina nada.no meu trabalho,uma japonesa veio me perguntar quanto era 12x4. a tapada nao sabe fazer conta. e olha que ela terminou o segundo grau.
tambem nao querem trabalhar porque sabem que no trabalho quem manda eh o homem. o japao eh machista.machista e broxa,pois os japoneses preferem jogar golfe a colocar a bola dentro da esposa.depois leva bola nas costas e nao sabe o porque
AMERICAN(○'ー'○)ノMILKSHAKE (Terça-Feira, 17 de Agosto de 2010, 23:18:37) x 358
eita C$ que tu só deve conhecer japonês bruto,do mato hein..
ou o teu "conto" não é verídico..mas diz aí,como foi essa mesma conversa em JAPONÊS?pode ser em romaji mesmo..douzo^^
C$ (Terça-Feira, 17 de Agosto de 2010, 22:23:16) x 972
obvio que as mulheres preferem isso .. as que trabalham fora , depois que chegam em casa tem que praticamente fazer todos os afazeres domesticos ..

no BR a mulherada reclamava que homem nao ajudava e talz , mas parece que aqui no JP é bem pior ainda , os amigos japas que tenho nao fazem nada dentro de casa ..

pra todo japa que vai casar qdo pergunto: ae , ela é legal ??
japa: sabe cozinhar e fazer as coisas de casa .

poxa , nao tava perguntando se era boa empregada , tadinha =/
AMERICAN(○'ー'○)ノMILKSHAKE (Terça-Feira, 17 de Agosto de 2010, 22:20:44) x 358
????????????
as feministas de plantão finalmente conquistam a "individualidade" que tanto desejaram....pra depois achar "difícil demais" e querer voltar para a vidinha de dona-de-casa...rs ridículo.
Me lembra o caso Kazumi Kitagawa,a desertora louca que pulou de um navio turístico chinês e nadou até a Coréia do Norte,onde achava ser o seu paraíso,fazendo todo um mistério,dizendo que fez aquilo "por razões pessoais".

Dias depois,a maluca desiludida voltou para o Japão.
Motivo?
Falta de COSMÉTICOS,ROUPAS, e SNACKS japoneses.
Fora o quarto do hotel gelado, e vigilância constante.
Imagino o quanto essa mulher foi zuada depois de voltar... rs

http://news.bbc.co.uk/2/hi/asia-pacific/4402144.stm
Macaco (Terça-Feira, 17 de Agosto de 2010, 13:01:26) x 106
Negócio complicado... acho que as mulheres que preferem ficar em casa são as que possuem poucas chances de encontrar um trabalho atrativo. Aquelas que não tem uma profissão definida. Se não for isso, só pode ser porque enfrentar as regras ocultas de uma corporação japonesa é estressante demais.

COMENTE ESTA NOTICIA
caracteres podem ser digitados
TERMOS DE USO: O ipcdigital.com tem o prazer de oferecer a seus usuários a oportunidade de fazer comentários. Procure ser polido e educado nos seus comentários para que possamos mantê-lo no site. Comentários que contenham ameaça, ofensa, palavrão, apologia ao crime ou racismo serão deletados.Assim como piadas sobre tragédias pessoais. No entanto, devido à característica interativa da internet é impraticável para nossa equipe monitorar todos os comentários. Como o ipcdigital.com não controla os comentários enviados por seus usuários, eventualmente você poderá encontrar comentários ofensivos ou inapropriados. Caso isso ocorra, clique aquie denuncie.