Moradia


Publicado em  30/06/2006 22:20

Moradia em estilo oriental é muito diferente

Falta de espaço e tatame são as principais queixas dos brasileiros que chegam para morar no Japão

Kanto , Gunma , Oizumi - Thassia Ohphata/ipcdigital.com

Thassia Ohphata/IPCJAPAN
Nilza-sente-saudade-do-estilo-de-casa-do-Brasil-que-e-mais-espacoso
Nilza sente saudade do estilo de casa do Brasil, que é mais espaçoso

Nilza Nunes Kaga, 56, chegou no Japão há 11 anos e ficou assustada com a falta de espaço dentro de casa. "No Brasil, eu morava em um apartamento espaçoso e no condomínio tinha área de lazer e quiosques para churrasco. Foi bem difícil me acostumar aqui, com tudo bem apertado", conta.

Ela não é a única a reclamar. A falta de espaço nas moradias japonesas é uma das principais queixas dos brasileiros, acostumados a imóveis amplos e quintais espaçosos. E ainda é preciso se adaptar aos costumes orientais, como o piso de tatame. Aliás, essa é outra coisa que incomoda Nilza, que teve de colocar um tapete sobre o assoalho de palha da casa dela. "Não gosto de tatame porque atrai muitos ácaros e com o tapete é mais fácil de limpar", explica.

O banheiro separado e a falta de uma ducha no estilo brasileiro até hoje incomodam Nilza. "Os japoneses não têm o costume de lavar o banheiro como nós. Mesmo assim, de vez em quando, eu jogo água e tiro tudo com um pano", diz.

Há quase três anos no Japão, Eonice Yoshioka Silva, 33, mora num apartamento de dois quartos, com a família e os pais. Mãe de uma garota de sete anos, ela também sente falta de espaço. "Os cômodos daqui são muito pequenos e morar em apartamento com criança é difícil. Aqui elas não podem fazer nada e não ficam à vontade", reclama. "Nem colocamos cama nos quartos para não ocupar espaço. Todos os dias enrolamos o futton", emenda.

A brasileira, que sofre de rinite alérgica, também se queixa do tatame. "Não gosto do cheiro e para limpar é muito ruim. Coloco um tapete para tentar amenizar o problema". Já a mãe dela, Shizuka Yoshioka, 67, sente-se incomodada com o barulho. "As paredes são muito finas e os vizinhos ouvem tudo o que fazemos", conta.


LADO BOM - Apesar dessas diferenças no estilo, Eonice também tem suas "preferências orientais". Ao contrário de muitos brasileiros, ela adora o banheiro dividido em dois cômodos (vaso sanitário e banheira) e a área de serviço dentro do apartamento, por causa da privacidade. "Acho muito prático, já que enquanto um toma banho, outro pode usar o banheiro. O que sinto falta mesmo é de um tanque para lavar os sapatos", afirma a brasileira.

Cristiane Regina Hirumuro, 26, diz que já se acostumou aos costumes japoneses, mas ainda estranha a falta de espaço. Por isso, ela resolveu se mudar para uma casa, especialmente, para que o filho tivesse mais espaço para brincar. "Ele se sentia muito preso e resolvei alugar uma casa", completa. Já Marcelo Lameirão, 29, ficou surpreso com os banheiros que não possuem rede de esgoto e nem descarga (banheiro de "potão" como é conhecido). "Cheguei a ficar uma semana num lugar assim. É muito nojento, não dá para imaginar que um país de primeiro mundo como o Japão tenha algo parecido", revela.

O brasileiro também sente falta de espaço. Proprietário de um automóvel, Lameirão conta que chegou a morar em uma quitinete, sem estacionamento e que precisou procurar outro lugar para deixar o carro. "No Brasil, eu morava num sobrado grande. Sinto falta dos churrascos de final de semana". Alérgico, ele é outro que sofre com o tatame. "Tenho rinite e tatame velho tem um cheiro ruim que ataca a alergia na hora. Coloco tapete para tentar amenizar e procuro passar um spray para matar os ácaros", diz.

ANTES DE ENTRAR NA NOVA RESIDÊNCIA

:: Eletricidade
Notificar a companhia fornecedora de eletricidade com, no mínimo, uma semana de antecedência e informar nome, endereço e telefone. O pagamento pode ser feito no banco, correio, lojas de conveniência ou por débito automático.

:: Gás
Existem duas modalidades de gás: o encanado e o propano (em botijões). Consultar a imobiliária sobre a companhia de gás local e comunicar nome, endereço, telefone e data de início de consumo. Para a abertura da válvula de alimentação é necessária a presença do solicitante. O tipo de gás pode variar conforme a cidade. Consulte se os aparelhos são adequados para a região. O pagamento pode ser feito em banco, correio, loja de conveniência ou por débito em conta bancária.

:: Água
Solicitar o suprimento junto ao serviço de água e esgotos da cidade, informando nome, endereço e data de início. Geralmente, o consumo é medido a cada dois meses. O pagamento pode ser feito em banco, correio, loja de conveniência ou por débito bancário.

:: Telefone
Para solicitar instalação de nova linha telefônica, dirigir-se ao balcão da NTT da cidade, com documento de identidade (passaporte ou gaikokujin toorokusho). Além do valor do contrato (cerca de ¥ 75 mil), é cobrada taxa de instalação. A conta, que inclui taxa de utilização, pode ser paga em banco, correio, loja de conveniência ou por débito em conta bancária.


:: OUTROS DOCUMENTOS

:: Carteira de Registro de Estrangeiro
A mudança de endereço deve ser notificada na seção de registro de estrangeiros da prefeitura da nova cidade dentro de 14 dias, para que conste no gaikokujin toorokusho.

:: Seguro Nacional de Saúde
Depois de adquirir um novo Seguro Nacional de Saúde (Kokumin Kenko Hoken), o antigo deve ser devolvido à prefeitura da cidade anterior.

:: Correio
O correio do Japão deixa à disposição formulário especial para o interessado informar mudança de endereço e receber a correspondência enviada ao endereço antigo na nova cidade.

:: Banco
A mudança de endereço deve ser informada no balcão do banco em que mantiver conta.

:: Carteira de motorista
A mudança de endereço deve ser notificada no departamento de trânsito ou na delegacia de polícia da nova cidade. Apresente o gaikokujin toorokusho com o novo endereço já registrado.

COMPRAR OU CONSTRUIR?

Veja algumas vantagens em construir ou em comprar pronta a sua moradia:

CONSTRUIR

A liberdade de construir uma casa na localização, medida, padrão e tempo desejados é o grande diferencial da compra. Permite ao comprador, em busca de maior qualidade de vida para a família, iniciar a obra quando puder, com o padrão de acabamento de sua preferência e, principalmente, dentro do orçamento disponível.

É possível atender a necessidades específicas da família, como por exemplo, construir uma entrada adicional, independente para o dormitório de um filho.

O planejamento detalhado dos diversos itens da casa, pelos membros da família é uma atividade que pode trazer prazer na hora da tertúlia.

Certeza de que todas as etapas de construção foram bem cumpridas (aterros, impermeabilizações, instalações elétricas, hidráulica, etc.) e que os materiais empregados foram de boa qualidade.


COMPRAR PRONTO

A grande vantagem em se comprar um imóvel pronto é a rapidez do processo.

Não se passa pelo desgaste natural de se construir ao se fazer compras de materiais, contratos com empreiteiros, atender as exigências burocráticas de órgãos públicos e suportar quase que invariavelmente com atrasos por chuvas e imprevistos.

O resultado é visível e o orçamento é sem surpresas.

É possível adquirir um imóvel por um bom preço se você contar com uma boa assessoria imobiliária.

Disponibilidade de financiamento


Veja mais
Bookmark and Share Enviar Enviar       Imprimir Imprimir    Comentar Comentar  Corrigir Corrigir   Diminuir fonte Aumentar fonte    

COMENTÁRIOS

COMENTE ESTA NOTICIA
caracteres podem ser digitados
TERMOS DE USO: O ipcdigital.com tem o prazer de oferecer a seus usuários a oportunidade de fazer comentários. Procure ser polido e educado nos seus comentários para que possamos mantê-lo no site. Comentários que contenham ameaça, ofensa, palavrão, apologia ao crime ou racismo serão deletados.Assim como piadas sobre tragédias pessoais. No entanto, devido à característica interativa da internet é impraticável para nossa equipe monitorar todos os comentários. Como o ipcdigital.com não controla os comentários enviados por seus usuários, eventualmente você poderá encontrar comentários ofensivos ou inapropriados. Caso isso ocorra, clique aquie denuncie.