Trabalho


Publicado em  02/07/2007 20:31

Saiba como recorrer ao seguro e pedir indenização

Empresa tem obrigação de cadastrar seus funcionários no "roosai hoken"

Brasil , São Paulo -

Uma das maiores preocupações dos trabalhadores brasileiros no Japão é não se machucar. Afinal de contas, a saúde é o bem mais precioso para quem enfrenta as rotinas pesadas das fábricas. Mas como ninguém está livre de acidentes, caso eles ocorram, é sempre bom estar ciente dos direitos estabelecidos por lei, aos quais podem recorrer quando o inesperado acontece.

Diferentemente dos outros tipos de seguro, como o Shakai Hoken, no Seguro Contra Acidente de Trabalho (roosai hoken) não é o trabalhador quem se cadastra, mas sim a empresa. Se a companhia possui mais de um funcionário, obrigatoriamente, precisará fazer o registro no seguro. Os funcionários não precisam arcar com a taxa, pois ela é paga na sua totalidade pelo empregador. A porcentagem da taxa de contribuição é definida de acordo com o grau de periculosidade do ramo de atividade.

INDENIZAÇÃO

Com exceção do benefício para tratamento médico, que, geralmente, é fornecido através do próprio tratamento, todos os outros são pagos em dinheiro, por meio de depósito em conta bancária. Quando da ocorrência de um acidente, o trabalhador, conforme explica o consultor do Centro de Informação e Apoio ao Trabalhador no Exterior (Ciate), Ricardo Sasaki, deve avisar imediatamente a delegacia de Inspeção de Normas Trabalhistas. Um das dicas é o acidentado permanecer no Japão até a finalização de todo o processo. "Muitas vezes, as pessoas retornam do Japão apresentando seqüelas e vêm nos consultar sobre a possibilidade de pedir uma indenização. Mas, estando no Brasil, os trâmites tornam-se muito mais difíceis", ressalta Sasaki.

Os trâmites para solicitação do pagamento dos benefícios são feitos pelo próprio trabalhador, ou em casos mais extremos, pela empresa ou familiares, devendo-se apresentar o requerimento à Inspetoria de Normas Trabalhistas da jurisdição onde trabalha. Haverá necessidade de comprovação do empregador e do médico.

Apesar da fiscalização, um dos problemas que ainda ocorrem, de acordo com o consultor do Ciate, é a camuflagem por parte das empresas quando ocorre um acidente em suas dependências. E, muitas vezes por desconhecimento de seus direitos, o trabalhador acaba aceitando propostas para colocar panos quentes sobre o assunto.

"Muitas empresas procuram esconder os incidentes ocorridos no local para não precisar entregar um relatório ao Ministério do Trabalho. Elas temem uma fiscalização mais rigorosa por parte desse órgão e preferem omitir esses casos, oferecendo propostas até mesmo indecentes para os trabalhadores, que por falta de informação acabam aceitando, por exemplo, uma passagem de volta para o Brasil e um montante para passar umas férias", adverte Sasaki.

O QUE O SEGURO CONTRA ACIDENTES OFERECE?

Benefício para tratamento médico (Ryooyoo Hoshoo Kyuufu) - O trabalhador recebe gratuitamente cuidados médicos necessários quando ficar doente ou sofrer um acidente, assim como receberá as despesas gastas para fazer o tratamento.

Benefício durante a licença do trabalho (Kyuugyoo Hoshoo Kyuufu) - O trabalhador recebe este benefício para garantir a sobrevivência enquanto ficar sem receber salário por estar doente ou acidentado.

Pagamento de pensão em virtude de acidente ou doença (Shoobyoo Hoshoo Nenkin) - O pagamento da pensão ocorrerá se, depois de 1 ano e 6 meses de tratamento, a doença não apresentou melhora; ou se a gravidade da doença se enquadrar no grau determinado em um decreto do Ministério do Trabalho.

Benefício por seqüela (Shoogai Hosho Kyufu) - Este benefício é pago na forma de pensão ou assistência em parcela única, caso se verifique seqüela depois de concluído o tratamento médico.

Benefício para a família do falecido (Izoku Hoshoo Kyuufu) - Este benefício será pago na forma de pensão ou pagamento único para a família, caso a vítima do acidente de trabalho venha a falecer.

Auxílio funeral (Soosai-ryoo Kyufu) - Auxílio pago para a pessoa que realizou o funeral do trabalhador falecido.

Benefício para quem necessita de cuidados pessoais (Kaigo Hoshoo Kyuufu) - Este benefício será pago em dinheiro se a pessoa que recebe pensão (devido a seqüela, doença ou acidente) necessitar de cuidados pessoais.

Fonte: Ciate


Veja mais
Bookmark and Share Enviar Enviar       Imprimir Imprimir    Comentar Comentar  Corrigir Corrigir   Diminuir fonte Aumentar fonte    

COMENTÁRIOS
dekasegi2010 (Domingo, 17 de Outubro de 2010, 11:38:12) x 3
Acho que os problemas dos dekasegis são dois: A desinformação quanto às leis trabalhistas do Japão e o desinteresse ou a má vontade de se interar do que diz as leis e assim as empresas sabendo disso se aproveita para enganar os trabalhadores.
Gostaria de aproveitar para perguntar se existe uma publicação das Normas Trabalhistas do Japão editada em portugu~es e onde posso comprá-la?

Muito obrigado.
tiane (Domingo, 29 de Novembro de 2009, 1:04:48) x 1
Estou fazendo tratamento medico de um acidente que tive na fabrica, o seguro esta cobrindo...voltei a trabalhar mas tenho muitas dificuldades ainda, meu contrato esta para vencer, com a crise nao sei se vai ter renovacao... se por acaso haver o termino do contrato e restar sequelas do acidente eu terei direito em receber a indenizacao? meu tratamento ja esta para completar 1 ano e 6 meses e ja pensei em parar de trabalhar por conta propria, mas tenho essa duvida... onegai
panflenet@hotmail.com (Quinta-Feira, 4 de Junho de 2009, 0:07:21) x 958
Noticia de tamanha importancia que ninguem comenta ! ! !
Meus conterraneos....
E o fim da picada ! ! !

Como ja trabalho de voluntario....

Tudo isto e uma rotina....

COMENTE ESTA NOTICIA
caracteres podem ser digitados
TERMOS DE USO: O ipcdigital.com tem o prazer de oferecer a seus usuários a oportunidade de fazer comentários. Procure ser polido e educado nos seus comentários para que possamos mantê-lo no site. Comentários que contenham ameaça, ofensa, palavrão, apologia ao crime ou racismo serão deletados.Assim como piadas sobre tragédias pessoais. No entanto, devido à característica interativa da internet é impraticável para nossa equipe monitorar todos os comentários. Como o ipcdigital.com não controla os comentários enviados por seus usuários, eventualmente você poderá encontrar comentários ofensivos ou inapropriados. Caso isso ocorra, clique aquie denuncie.