Executiva da Toyota é presa por importar analgésico proibido no Japão

Cotidianopor Paulo Sakamoto - 18/06/2015
JulieHamp-23
Crédito: Divulgação

(TÓQUIO) IPC Digital – Segundo informações da agência de notícias Kyodo, a executiva Julie Hamp – primeira mulher a ocupar um cargo executivo na Toyota – foi presa no Japão nesta quinta-feira (18), acusada de tráfico de drogas.

Segundo a polícia, a executiva americana de 55 anos teria importado 57 pílulas do medicamento analgésico Oxicodona dos EUA para o Japão. O pacote teria sido descoberto pela polícia no aeroporto de Narita, no dia 11 de junho. A polícia se recusou a fornecer mais detalhes do caso.

A Oxicodona é uma substância analgésica derivada da tebaína e pode causar forte dependência. Sua potência é duas vezes superior a da morfina.

Nos EUA, o medicamento é indicado para o tratamento de dores crônicas intensas e é vendido com prescrição médica. A venda e importação dos medicamentos derivados da tebaína é proibida no Japão.

Hamp, que trabalha na Toyota da América do Norte desde 2012, tornou-se diretora de relações públicas da empresa em 1 de abril. Sua promoção ganhou repercussão no Japão por ser a primeira mulher a ocupar um dos cargos mais altos da Toyota.

No início do ano, uma professora americana foi detida por duas semanas depois que as autoridades japonesas interceptaram um pacote contendo comprimidos legalmente prescritos do medicamento Adderall, usado para tratar transtornos de déficit de atenção. Carrie Russell só foi liberada depois da intervenção da embaixadora americana Carolina Kennedy.

Comentários

comentários

Colunistas IPC Digital

Alessandra Barbieri
Alessandra Barbieri

Advogada de formação, professora por opção, mãe e esposa, de coração.

Elza Nakahagi
Elza Nakahagi

Autora do livro Termos Médicos e colaboradora do Disque Saúde no Japão

Marcelo Maio
Marcelo Maio

Escritor, pedagogo e novato no Japão

Marcio Ikuno
Marcio Ikuno

Jornalista, blogueiro e filósofo estóico pós-moderno

Rachel Matos
Rachel Matos

Psicóloga, psicopedagoga e parceira das famílias nos desafios da educação