Professora americana é presa por receber remédio ilegal no Japão pelo correio

Cotidianopor Alex Kanashiro - 04/03/2015
Adderall é um medicamento que é usado para tratar o TDAH (transtorno do déficit de atenção e hiperatividade). Foto: Divulgação
Crédito: Divulgação

Uma professora americana de 26 anos foi presa depois de receber um frasco de comprimidos Adderall pelo correio. Ela usava o medicamento para tratar o transtorno de déficit de atenção. Carrie Russel está presa num centro de detenção perto de Nagoya (Aichi) desde o dia 20 de fevereiro porque o medicamento liberado nos Estados Unidos é proibido no Japão.

A mãe de Russel, que é médica na cidade de Portland, enviou originalmente o remédio para a filha na Coreia do Sul. Como ela se mudou recentemente para ensinar inglês no Japão, o produto foi encaminhado para o território japonês.

As autoridades encontraram as pílulas de Russell dentro de um frasco de Tylenol. A Dra. Jin Russel, mãe de Carrie, declarou ao jornal Oregonian que inseriu as cápsulas de Adderall no vidro de Tylenol para disfarçar o medicamento afim de evitar um roubo, já que o remédio é vendido ilegalmente. Ela também disse que agiu por preocupação com a posição social de sua filha, no caso de alguém ver os comprimidos.

Carrie foi presa num restaurante em Tóquio quando jantava com amigos no dia 20 de fevereiro.

Comentários

comentários

Colunistas IPC Digital

Alessandra Barbieri
Alessandra Barbieri

Advogada de formação, professora por opção, mãe e esposa, de coração.

Elza Nakahagi
Elza Nakahagi

Autora do livro Termos Médicos e colaboradora do Disque Saúde no Japão

Marcelo Maio
Marcelo Maio

Escritor, pedagogo e novato no Japão

Marcio Ikuno
Marcio Ikuno

Jornalista, blogueiro e filósofo estóico pós-moderno

Rachel Matos
Rachel Matos

Psicóloga, psicopedagoga e parceira das famílias nos desafios da educação