Japoneses têm ¥36 trilhões guardados em casa, em dinheiro

Economiapor Paulo Sakamoto - 02/04/2015
notasdedezmilienes
Crédito: Divulgação
Movidos pelas décadas de estabilidade econômica e pela cultura de poupar para o futuro, os japoneses acumularam um fortuna estimada em ¥36 trilhões (US $ 301 bilhões), em suas residências, em dinheiro vivo.

Segundo um economista da Seguradora Mizuho, esse dinheiro não será gasto até que uma forte crise ou uma mudança cambial significativa aconteça.

No ano passado, o Ministro das Finanças, Taro Aso, repreendeu os japoneses por não usarem contas bancárias para guardar as suas economias: “É ridículo. Esse dinheiro deve ser depositado em instituições financeiras para que os bancos possam financiar o desenvolvimento econômico.” , disse Aso ao jornal Sankei.

O costume de guardar dinheiro em casa não é motivado somente pela cultura de poupar. Segundo economistas, a deflação desencoraja os japoneses a guardar suas economias no banco, onde estariam sujeitas a cobranças de impostos e taxas bancárias.

Comentários

comentários

Colunistas IPC Digital

Alessandra Barbieri
Alessandra Barbieri

Advogada de formação, professora por opção, mãe e esposa, de coração.

Elza Nakahagi
Elza Nakahagi

Autora do livro Termos Médicos e colaboradora do Disque Saúde no Japão

Marcelo Maio
Marcelo Maio

Escritor, pedagogo e novato no Japão

Marcio Ikuno
Marcio Ikuno

Jornalista, blogueiro e filósofo estóico pós-moderno

Rachel Matos
Rachel Matos

Psicóloga, psicopedagoga e parceira das famílias nos desafios da educação