Bullying: registrados 265 casos no Japão em 2014, incluindo pornografia infantil

Bullying: registrados 265 casos no Japão em 2014, incluindo pornografia infantil

por -

Kyodo – A Agência Nacional de Polícia anunciou (26/fev) que o número total de incidentes provocados por bullying em menores de idade – incluindo o motivo de vingança – registrados no ano passado em todo o país foi de 265 casos. Houve uma diminuição de 145 casos, o que equivale a menos 35,4% em relação a 2013.

O número total de menores encaminhados à polícia ou que receberam orientações foi de 456 pessoas, 37% (268) a menos que no ano de 2013.

A legislação de promoção para a prevenção do bullying entrou em vigor em 2013, com definições claras, mas ainda assim foi o segundo maior número dos últimos 10 anos.

“O número diminuiu mas continua sendo um nível elevado. Para reduzir mais os casos, faremos reforço na cooperação com as escolas”, pronunciou o responsável da Agência Nacional de Polícia do Japão.

Pornografia e prostituição de menores

Segundo o resumo da Agência Nacional de Polícia, publicado pelo jornal Asahi, outro tipo de bullying que vem chamando à atenção pelo crescimento do número de casos é o de pornografia e prostituição de menores.

Em 2014 o número de menores encaminhados à polícia ou que receberam orientação foi de 28, somente 1 a menos que no ano de 2013. Esses menores tem faixa etária de estudantes do primário ao colegial.

Os estudantes têm usado o smartphone como principal ferramenta para gravar e publicar fotos ou imagens com cenas de prostituição ou pornográficas, com o objetivo de bullying. Dentre esses 28 menores, 26 são estudantes do ensino médio (chugakko) sendo que 20 são do sexo feminino.

 

 

Comentários

comentários