Turistas e trabalhadores que estavam no Monte Aso relatam o que viram e fizeram na hora da erupção

Nacionalpor Rachel Matos - 15/09/2015
Foto: AP
Crédito: Divulgação

KUMAMOTO (IPC Digital) – Na manhã de ontem, 14 de setembro, visitantes e trabalhadores do Monte Aso testemunharam o momento em que o vulcão entrou em erupção.

“As janelas de vidro do prédio tremeram e, então, eu olhei para a câmera de monitoramento e vi uma nuvem de fumaça vulcânica saindo pelo ar”, disse um trabalhador do teleférico do Monte Aso (que não estava em funcionamento), localizado a 1 km a oeste da cratera. 

Havia turistas também na estação do teleférico no momento da erupção. Eles foram imediatamente retirados do local, em segurança.

Shinichiro Ikebe, diretor do Museu do Vulcão Aso, localizado há 3,2 km da cratera, ouviu um membro da equipe dizer: “Está saindo explosões de fumaça vulcânica da cratera”, saindo correndo para ver do lado de fora do museu. Eles relataram ter visto uma coluna de fumaça saindo, aproximadamente, uns 1.000 metros acima pelo ar e depois se espalhando, deixando uma fumaça negra sobre a área.

Havia cerca de 100 visitantes no museu no momento da erupção, mas eles começaram a descer o vulcão de carro e ônibus. Nenhum ferimento foi relatado.

O estudante da Universidade de Hiroshima, Masashi Kataoka, de 22 anos, estava no grupo de turistas visitando o monte, com mais 6 amigos. O grupo chegou ao museu de carro cerca de 5 minutos antes da erupção.

Ele lembra de ter visto fumaça branca subindo da cratera no momento da sua chegada, mas pensou: “Isto provavelmente é normal.” Em seguida, ele ouviu um estalo vindo da cratera. Uma coluna de fumaça negra começou a subir, e Kataoka tomou rapidamente o seu telefone celular para tirar fotos.

Quando um funcionário de uma loja de souvenirs disse que não era uma erupção normal, os turistas correram de volta para seus ônibus e carros. Kataoka disse que cinzas vulcânicas caíram sobre a área e bloquearam sua visão. Ele viu um tapete de cinzas vulcânicas no estacionamento.

“É perigoso. Vamos escapar”, disse Kataota aos amigos. Embora eles tenham tentado descer a montanha com pressa, eles tiveram que ir devagar porque o trajeto ficou escuro devido a cinza vulcânica.

Depois de deixar a montanha, Kataoka disse ao Jornal Mainichi, por telefone, que ele estava surpreso que a erupção tenha ocorrido quando ele estava na montanha. “Estou feliz em saber que todo mundo já evacuou em segurança”.

Segundo informações da agência de meteorologia do Japão, o monte apresentava atividade vulcânica ativa desde novembro de 2014 e tinha nível de alerta nível 2.

FONTE: THE MAINICHI JAPAN

Comentários

comentários

Colunistas IPC Digital

Alessandra Barbieri
Alessandra Barbieri

Advogada de formação, professora por opção, mãe e esposa, de coração.

Elza Nakahagi
Elza Nakahagi

Autora do livro Termos Médicos e colaboradora do Disque Saúde no Japão

Marcelo Maio
Marcelo Maio

Escritor, pedagogo e novato no Japão

Marcio Ikuno
Marcio Ikuno

Jornalista, blogueiro e filósofo estóico pós-moderno

Rachel Matos
Rachel Matos

Psicóloga, psicopedagoga e parceira das famílias nos desafios da educação